Pinterest

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

26 de novembro

Ano passado, a essa altura do campeonato, eu já tinha feito biópsia, o diagnóstico já tinha sido comprovado, eu ainda estava internada e aguardava só saber quando começar a quimio. Sempre tinha visitas queridas no hospital, ainda ficava tomando remédio pra baixar a febre, e o grande dilema era dizer pra minha vó qual era o meu problema. Há muitos anos ela teve câncer de mama, ficou curada, e a notícia de que eu também estaria doente a deixaria bastante abalada. Com cuidado, conseguimos explicar pra ela, apesar do susto e da má impressão que o termo "internada" deixa. Sempre que ela foi no hospital eu estava bem, então assusta menos.

Minha mãe ligou todo dia de Londres. O Flávio ficou no hospital o tempo inteiro. A Carla veio de Bauru. Minhas irmãs também vinham bastante, familiares, colegas do escritório, enfim, recebi suporte de todo mundo.

Sigo hoje com a minha vida, com meus planos. Amanhã tem heparinização - por recomendação médica não tiro o port a cath tão cedo. Acho que só no segundo semestre de 2010. O mais legal foi ouvir "estou muito orgulhosa pelos seus exames!". Agora, exame só em fevereiro, depois em junho, depois em dezembro...

Só pra compartilhar com vocês a comemoração que teve aqui no escritório na semana passada, quando anunciei a cura definitiva. Só mesmo um motivo tão bom pra todo mundo parar 5 e meia da tarde e tomar champanhe! Das janelas, o pessoal do escritório ao lado não deve ter entendido muito o brinde na beira da piscina, mas foi ótimo!




Um comentário:

Thais disse...

Parabéns, mesmo! Fiquei realmente emocionada e feliz por você! Espero ter o mesmo êxito! Beijo, Thais.